28 de setembro de 2009

Pebolim Digital


O Futebol de Mesa, popularmente conhecido em alguns lugares como totó (Bahia, Ceará, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Pará e outros), pebolim (São Paulo, Paraná, Santa Catarina e sul de Minas Gerais), pacau ou fla-flu (no Rio Grande do Sul) e matraquilhos ou matrecos (em Portugal); ganhou uma versão digital!
Continue lendo...



Desta vez não foi de japonês...

A implementação chama The Space Foosball e foi desenvolvida por estudantes da Ewha Women's University, na Coreia do Sul.

Uma boa física envolvida, gerou um produto comercial bem decente. Veja funcionando:

Space Foosball from yunsil heo on Vimeo.




Vi em http://www.ovelho.com/content/pebolim-digital

27 de setembro de 2009

Formula 1 X Ferrari X Fiat


Para quem quer ver a diferença entre uma Formula 1 X Ferrari Maranello e um Fiat, esse vídeo mostra bem como é. Interessante é ver a cara do Schumacher tranquilo quando sai os dois carros bem antes dele.

Clique aqui e veja o resto do post....



Veja o video abaixo...



5 de agosto de 2009

HOMENS ROBOS JÁ SÃO REALIDADE

Olá amigos.

Ontem, assistindo o Jornal Nacional fiquei dislumbrado com a matéria os "Homens-Robôs" e procurei um pouco mais sobre o assunto.

Continue lendo...


Em termos leigos se trata de uma roupa mecânica com sensores e dispositivos eletro-eletrônicos que ajudam os movimentos humanos. Essa roupa, chamada de HAL (Hybrid Assistive Limb ou membro de assistência híbrida, numa tradução simples), possui sensores presos ao corpo e um computador nas costas que conseguem interpretar o que o usuário deseja fazer. Esses trajes já podem ser alugados no Japão por equivalente a R$5.000,00/mês.

Alguns detalhes técnicos dessa "roupa" é que pesa 23kg, e tem autonomia de 5 horas, sem precisar de uma nova recarga na bateria. Por causa do seu esqueleto cibernético, faz com que o usuário não sinta esse peso. Ela foi feita para ser usada tanto fora como dentro de ambientes, pode ser usada até na neve e em altitudes de 4.000 metros acima do nível do mar.



A finalidade dela, segundo as empresas fabricantes, se destinam a pessoas com deficiência motora, como pessoas que tenham sofrido acidente ou mesmo pela idade. A roupa ajuda a pessoa se locomover, subir escadas etc. Alem disso vai ser muito util para reabilitação, ou seja, pessoas que precisam fazer fisioterapia.



Outra finalidade muito importante seria para ajudar operários em empresas que necessitam carregar peças ou caixas com 20kg de peso. O esforço é compensado pelo sistema conhecido como "músculo pneumático", como se fosse nossos músculos mesmo. Ainda falta aumentar a segurança desse equipamento para evitar que o usuário acabe se machucando, mas a previsão é que até o ano que vem, as empresas japonesas já contem com esse equipamento.

É a era dos robos esta mais presente do que nunca, filmes como Robocop, Eu Robo, Inteligência Artificial, já não são mais ficção científica...

Aliás como o estudo das células tronco fica nesse impasse, proibido ou não, sacrilégio pela igreja, é a tecnologia vindo para salvar vidas e principalmente sem ferir a religião e sentimentos.


Para quem quiser saber mais tem esses links aqui:
http://jornalnacional.globo.com/Telejornais/JN/0,,MUL1254932-10406,00-ROBOS+JAPONESES+AJUDAM+A+CAMINHAR+E+A+LEVANTAR+PESO.html
http://www.telegraph.co.uk/technology/news/5966367/Japanese-robot-suit-to-help-disabled.html
http://www.gizmag.com/robot-suit-hal/11471/picture/76315/

Abraços pessoal

31 de julho de 2009

ADIDAS - HISTORIA

ADIDAS – Alemanha. Calçados, roupas e materiais esportivos. 1949.

Começar um pequeno negócio não é fácil. Se você resolver encarar a tarefa sozinho, vai se preparando, pois o trabalho é dobrado. Por isso mesmo muita gente procura um sócio, aquela pessoa de confiança que chega para adidasdividir ambições e prejuízos. Em muitos casos esse parceiro é escolhido dentro do próprio ambiente familiar. Sendo assim, é muito natural ver parentes em primeiro grau abrindo comércios por aí.

Continue lendo...



Foi o que aconteceu com os irmãos Adolf Dassler e Rudolph Dassler. Os dois tinham experiência com calçados e resolveram montar uma fábrica chamada Gebrüder Dassler Schuhfabrik (Fábrica de Calçados Esportivos Irmãos Dassler). A coisa andou bem até que uma regra de ouro da sociedade entrou no jogo, associada à verdade mais palpável da relação entre irmãos. Essa lei antiga e inflexível diz que parentes e sócios sempre brigam, não lhes faltando nunca motivos, sejam eles autênticos ou não.

Assim foi com os Dassler depois de 28 anos juntos: cada um seguiu seu próprio rumo. Sentimentos fraternos à parte, a cisma deles foi uma das mais significativas do capitalismo moderno. Isso por que Adolf, usando seu apelido (adi) e as três primeiras letras de seu sobrenome (das), fundou a Adidas. Rudolph não ficou atrás e logo depois fundou a Puma. Que família…

Curiosidades de Sobremesa

dassler11 – Em 28 anos juntos, Rudolph e Adolf alcançaram sucesso com os calçados que fabricavam. Em 1936, por exemplo, foi com a ajuda de um de seus tênis que o afro-americano Jesse Owens ganhou várias medalhas no atletismo, deixando Hitler furioso. O ódio foi tanto que, assim que a II Guerra Mundial começou, o ditador mandou confiscar a fábrica dos Dassler.

2 – Depois do conflito o controle voltou aos irmãos, que encontraram enormes dificuldades para manter o negócio. A matéria-prima era escassa e eles tiveram que recolher dos escombros da guerra a lona e a borracha usadas na fabricação de seus calçados.

3 – A bola oficial da Copa 2006 foi a Teamgeist, da Adidas.

4 – As três listras, identidade visual da marca, foram criadas por Adolf assim que a Adidas foi fundada. Elas se popularizaram em 1962, quando foram aplicadas em calças e agasalhos fabricados pela empresa.

5 – Rudolph Dassler batizou sua nova empresa da mesma forma que seu irmão, baseado em seu nome e sobrenome. Por isso a Puma inicialmente se chamou Ruda. O nome mudou mais tarde

Vi em Sedentário Hiperativo:
http://www.sedentario.org/colunas/dicionario-das-marcas/adidas-ob-e-aspirina-11124#more-11124

29 de julho de 2009

Nova Carteira de Identidade

Pessoal, o nosso bom e velho RG está com os dias contados...

De acordo com a Lei 9454/1997, ela estabelece um número único de Registro de Identidade Civil, o RIC. Isso para integrar os bancos de Dados de diversos Órgãos dos Sistemas de Identificação do Brasil.
Foram gastos US$ 35 milhões na Aquisição desse Sistema Automatizado de Identificação de Impressões Digitais (AFIS), e com essa Tecnologia de ponta não vamos mais precisar ficar andando com um monte de documentos, RG, CPF, Título de Eleitor, Carteira de Motorista, etc..
Esse Documento possui um chip, os mesmos que encontramos nos cartões de Crédito, aonde todos esses números e informações estarão contidos.

Continue lendo...


O que também é muito importante é que esse cartão possui vários sistemas de segurança impedindo sua falsificação (coisa incomun no Brasil, rsrs). O projeto RIC contempla utilização de um cartão de identidade com os mais modernos itens de segurança, como fundos complexos, tintas e efeitos óticos especiais, além de chip microprocessador que armanezará os dados do cidadão e certificado digital. Os dados serão gravados a laser em camadas interiores do cartão, tornando impossível sua remoção por agentes químicos, configurando-se assim em um documento altamente seguro.
A intenção é de que, em 9 anos, 150 milhões de brasileiros tenham o seu número RIC. A partir do Terceiro Ano do Projeto, 80 mil pessoas poderão ser cadastradas a cada dia, com meta de 20 milhões por ano.
O RIC vai começar a ser usado a partir de 2009 e até o final de 2017 esperamos que todos já possuam esse novo documento.


Vídeo do Olhar Digital:

video

Video Institucional Apresentado em Brasilia


Todos os créditos para os sites que eu consultei:
http://wiki.educartis.com/wiki/index.php?title=RIC
http://olhardigital.uol.com.br/central_de_videos/video_wide.php?id_conteudo=7618

Valeu Prof. Eduardo pela dica.

26 de julho de 2009

Impressora 3D

Olá Colegas,

Essa matéria foi exibida no Jornal da Globo em 27/07/2009 sobre as impressoras 3D que estão invadindo o mercado e vem para revolucionar as Engenharias.

Com essa impressora vai ficar muito mais fácil e rápido para visualizar e estudar projetos.

6 de julho de 2009

Homenagem aos Professores

Bom, como todos sabem, tambem sou professor da ETEc Rubens de Faria e durante meu curso de Pedagogia eu fiz uma pequena homenagem aos meus colegas professores. Segue o video abaixo.

25 de junho de 2009

NOKIA E MOTOROLA

NOKIA – Finlândia. Celulares. 1865

A linguagem foi a primeira grande revolução humana. Resultado de um cérebro cada vez mais complexo, ela nos deu muitas vantagens na luta pela sobrevivência. Depois domamos o fogo e com ele passamos a ter melhores armas e refeições bem mais digeríveis. Finalmente chegamos à escrita, um modo de guardar, acumular e perpetuar nosso conhecimento. Com o advento do papel, a linguagem escrita tornou mais fácil e confiável a comunicação à distância. Se um General precisasse passar um comunicado para suas tropas, bastava escrevê-lo e enviá-lo. Baseados no texto, seus soldados poderiam seguir as ordens criteriosamente. Com o passar dos anos desenvolvemos tecnologias mais complexas. A nossa voz há muito já pode chegar em qualquer lugar usando o telefone, assim como nossos textos em formato de bits também chegam em caixas de e-mails e em celulares via SMS.

O mais interessante é saber que a nossa primeira marca de hoje acompanhou esse mesmo desenvolvimento. Tudo começou quando o engenheiro finlandês Fredrik Idestam fundou uma fábrica de celulose. Em três anos já estava vendendo bastante papel e surgiu a necessidade de expandir os negócios. Idestam então construiu uma outra fábrica, próxima da primeira, às margens de um rio chamado Nokianvirta, nas imediações de uma cidade com nome parecido, Nokia.



Continue lendo...



Em mais três anos Idestam chamou o amigo Leo Mechelin para formar com ele uma sociedade, de modo a construir uma empresa ainda maior. Mechelin colocou seu dinheiro na companhia, mas com condição de ele Fredrik aceitasse investir em eletricidade, ramo relativamente novo à época.

Já rebatizado como Nokia, o empreendimento saiu do papel para a produção de energia. Tudo foi bem no começo, mas depois da I Guerra Mundial eles quase faliram. Isso só não aconteceu porque outra empresa entrou na história e pagou as dívidas. Ela se chamava Finnish Rubber Works e atuava perto da fábrica da Nokia, produzindo materiais em borracha e usando a energia gerada por eles. Para não ficarem sem luz, eles fizeram um acordo e adquiriram a companhia quase falida.

Mais tarde a Finnish Rubber Works compraria a Finnish Cable Works, uma produtora de fios elétricos, telefones e telégrafos. Foi a partir dessa aquisição que os negócios da Nokia deixaram de ser papel, energia e borracha para ganharem espaço no ramo de telecomunicações.

Durante a década de 60 muito dinheiro foi investido em pesquisas para criação de novos aparelhos eletrônicos. A companhia vendia muita coisa boa, mas ainda não era uma multinacional. No entanto, no início da década de 90, os diretores pegam essa experiência na fabricação de eletrônicos e decidem apostar todas suas fichas na produção de aparelhos celulares.

Mesmo antes, ainda nos anos 80, a marca já lançara telefones desse tipo. No entanto, todos os aparelhos eram enormes e nada portáteis. Pesquisando à fundo uma maneira de diminuir os produtos, eles alcançaram o sucesso no mercado para uso pessoal em 1992 com o Nokia 1011.

De lá para cá foram muitos os sucessos, a ponto de a Nokia tornar-se a maior fabricante de aparelhos celulares do planeta.

Curiosidades de sobremesa

1 – De onde vem o termo Nokia? Na verdade esse é o nome de um pequeno mamífero que habitava a região na qual passa o rio, uma espécie de marta. O curso d’água acabou ganhando o mesmo nome, assim como a cidade que foi construída em suas margens. Então temos, por ordem, um bicho chamado Nokia, que deu a um rio o seu nome. O rio, por sua vez, batizou a cidade. A cidade batizou a empresa.

2 – O ringtone da Nokia ficou muito conhecido no mundo todo. Ele apareceu a primeira vez em 1994, no aparelho Nokia 2100 series. É baseado numa composição do século XIX chamada Gran Vals, do músico Francisco Tarrega.

MOTOROLA – Estados Unidos. Eletrônicos. 1928.

Lembra da sua avó dizendo que quando era jovem ouvia discos na Vitrola? Aposto que você nem sonha o que isso tem a ver com uma das maiores fábricas de aparelhos celulares do mundo. Para entender, vamos relembrar a trajetória dos irmãos Paul e Joseph Galvin, fundadores da empresa de eletrônica Galvin Manufacturing.

O primeiro produto deles foi uma ótima sacada: um eliminador de pilha para ser ligado no rádio. Com ele não era preciso gastar dinheiro comprando baterias, bastava ligar direto na tomada.

A partir de 1930 surgiu na companhia a vontade de produzir eletrônicos portáteis. Naqueles tempos o grande mercado nesse segmento específico era a venda de rádios para automóveis. Os irmãos passaram a pesquisar e acabaram desenvolvendo um produto muito bom, batizado com um nome que pretendia associar os conceitos de carro (motorcar, em inglês) e Victrola, uma marca de aparelhos de som muito famosa à época. Com o tempo o rádio Motorola fez tanto sucesso que acabou dando nome à fábrica.

A empresa continuou investindo em rádios, vendendo receptores e handie talkies. Foram eles os primeiros a apresentar ao mercado um rádio FM direcional portátil, usado pelo exército americano durante a II Guerra Mundial.

Por todo esse trabalho, a experiência da Motorola deu a eles também a chance de comercializar o primeiro aparelho celular portátil do mundo. Pesando 794 gramas, ele foi lançado em 1984 no mercado norte-americano.

Daí para frente a empresa concentrou-se cada vez mais no novo nicho de mercado. Seu pioneirismo ofereceu a oportunidade de sair na frente dos outros, mas com o tempo a falta de inovações e estratégia de marketing coerentes fizeram com que a Motorola perdesse a liderança para a Nokia.

Curiosidades de Sobremesa

1 – O nome do modelo conhecido popularmente como “tijolora” é Microtac, um dos primeiros celulares a entrar no mercado brasileiro. Depois de um tempo, chic mesmo era quem tinha um celular Motorola modelo Startac, lembram?

2 – O logo da empresa é uma letra M estilizada.

3 – Algumas pessoas dizem que o nome da marca não teria sido inspirado pelo nome Victrola. Na verdade, o sufixo “ola” seria comumente usado nas palavras que se referissem a aparelhos de som.

4 – A própria origem do termo Victrola reforça isso. Esse foi um dos produtos da Victor Talking Machine Company, uma empresa que melhorou muito o desempenho dos primeiros fonógrafos. O nome é a união de Victor com o tal sufixo “ola”.

5 – E de onde vem esse Victor? Possivelmente do termo victory, vitória em inglês. Mas o interessante dessa marca é o logo, aquele com o cachorrinho olhando para dentro da caixa do gramofone. O nome desse fox terrier era Nipper. Ele foi retratado pelo pintor Francis Barraud. Nipper olhava para o gramofone porque dali vinha a voz de seu falecido dono (irmão do pintor), o qual tinha deixado algumas gravações com sua voz. O cãozinho, ao ouvi-lo, prestava atenção. Por isso que o slogan da Victrola era His Master’s Voice, mesmo nome do quadro pintado por Barraud.

VI NO SEDENTARIO E HIPERATIVO: http://www.sedentario.org/colunas/dicionario-das-marcas/nokia-e-motorola-16881


19 de maio de 2009

Taga - 2 em 1

Muito conveniente e original a TAGA, como é chamada, foi concebida por designers holandeses, e uni duas utilidades em um produto apenas. Veja as fotos:







Isso me faz pensar, porque eu não pensei nisso antes.

Vi no Caixa Preta: http://www.caixapretta.com.br/2009/05/taga-2-em-1/#more-8036

14 de maio de 2009

APOSTILA INVENTOR

Olá pessoal,
em umas das minha garinpagens pela internet achei um link para uma apostila do Autodesk Inventor 7. Mas como foi muito bem feita e esta bem detalhada, da para usar nas versões mais novas.

segue o link:
http://www.scribd.com/doc/9649756/Apostila-Total-Inventor-7-v3

Apostila Total Inventor 7 v3 Apostila Total Inventor 7 v3 jose silva 2008 APOSTILA BÁSICA DOS COMANDOS EM INVENTOR RELEASE 07 MAS PODE AJUDAR QUE TEM O RELEASE 2009

Abraços.

Helio

8 de maio de 2009

O Que Albert Einstein Diz Sobre Crise


Não podemos querer que as coisas mudem, se sempre fazemos o mesmo. A crise é a maior benção que pode acontecer as pessoas e aos países, porque a crise traz progressos. A criatividade nasce da angústia assim como o dia nasce da noite escura. É na crise que nascem os inventos, os descobrimentos e as grandes estratégias. Quem supera a crise se supera a si mesmo sem ter sido superado.

Quem atribui a crise seus fracassos e penúrias, violenta seu próprio talento e respeita mais os problemas que as soluções. A verdadeira crise, é a crise da incompetência. O inconveniente das pessoas e dos países é a dificuldade para encontrar as saídas e as soluções. Sem crises não há desafíos, sem desafios a vida é uma rotina, uma lenta agonia.

Sem crises não há méritos. É na crise que aflora o melhor de cada um, porque sem crise todo vento é uma carícia. Falar da crise é promovê-la,e calar-se na crise é exaltar o conformismo. Em vez disto, trabalhemos duro. Acabemos de uma vez com a única crise ameaçadora, que é a tragédia de não querer lutar para superá-la."

7 de maio de 2009

Blog da Etec Rubens

Pessoal, como já dito, foi criado o blog da ETEC Rubens de Faria e Souza aonde nós professores vamos postar as informações e os arquivos.

segue o link: http://etec-rubens.blogspot.com/

entrem lá e confiram.

Abraços.

2 de maio de 2009

Blog Para Professores do Rubens


Ola Colegas,

Surgiu uma ideia junto com o meu colega Prof. Eduardo Paschoal para criar um blog para os Professores do Rubens para postar seus arquivos, comentarios, link de sites interessantes, informaçoes sobre palestras, eventos, etc.

Entao estou enviando um email para os meus caríssimos colegas Professores e esperando que os mais interessados participem desse projeto.

Fiquem ligados que logo logo teremos um novo blog no ar especialmente criado para melhorar nosso ensino Tecnico não só na ETEc Rubens de Faria e Souza mas para as demais escolas que tenham as mesmas materias.

Quem quiser opniar vote na enquete ao lado e deixe um comentario, com o nome por favor, neste post.

Abraços.

24 de abril de 2009

Geração de energia na bicicleta

Deco Goodman (que infelizmente tem um site todo em Flash…), um designer norte americano, concebeu um conceito de geração de energia para bicicletas que não só utiliza a rotação das rodas, como também as irregularidades do terreno. Chamou-lhe fE (free energy). Este projecto foi concebido no âmbito de uma cadeira da universidade que frequenta.

Aspecto final de algumas partes do conceito

A ideia baseia-se em dois componentes de geração de energia: um sistema de ímanes e bobinas na roda traseira e um sistema de amortecimento com chips piezoeléctricos no espigão do selim.

O sistema de íman e bobina não é novidade, porém o costume é usar apenas 1 ou 2 ímanes presos nos raios da roda. No desenho de Goodman, seria utilizada uma fita flexível presa aos raios com ímanes em intervalos reduzidos. Desta forma o efeito do campo magnético é mais constante. Não é explícito nos desenhos de que forma será gerido o aumento de resistência para auxiliar a travagem e produzir mais energia, mas deduzo que fosse através de um circuito electrónico.

Diagrama do gerador da roda traseira

O espigão de selim teria uma suspensão integrada, que geraria energia quando activada pelas irregularidades do terreno.

Diagrama do sistema de suspensão do espigão do selim

Estaria integrada também no espigão a bateria para guardar a energia produzida pelos dois sistemas. Pelo que pude deduzir, esta bateria serviria para alimentar as luzes da bicicleta, não sendo possível perceber se o designer teria outras ideias de utilização da energia, ou de outros sistemas que pudessem utilizar a bateria (lanterna para campismo, rádio, gps, etc), quer directamente, quer por exemplo através de uma ligação USB, que é cada vez mais comum nos gadgets do dia a dia.

Bateria e luz traseira

Esta ideia poderá ser mais uma que não chega a ser produzida, mas tenho curiosidade em saber se seria viável. Resta esperar para saber se o designer produz pelo menos algum protótipo funcional para testes.

Vi em: A Cenas a Pedal

22 de abril de 2009

Nova pintura promete reparar arranhões em carros automaticamente

Se você não suporta ver um arranhãozinho no seu carro, uma nova pintura promete revolucionar o mercado de carros. Segundo cientistas da Southern Mississippi, a tinta garante reparar arranhões na lataria do carro automaticamente.

O segredo está na composição da tinta, que utiliza quitosana, uma substância encontrada em crustáceos e muito usada no combate à obesidade, que nesse caso poderá regenerar a pintura original apenas sendo exposto aos raios do sol. Dessa forma, teoricamente, bastaria você parar seu carro no estacionamento da empresa e quando voltar para casa, ele já estará “consertado”.

Para quem já pensa no fim das oficinas de pintura, uma boa notícia. A pintura tem um limite e não consegue se regenerar duas vezes o mesmo lugar.

Vi em: O Buteco da Net

20 de abril de 2009

Dica: ADPHONE

Pessoal a dica de hoje é o ADPHONE, no qual vc usa a internet como telefone (VOIP) e nao gasta nada, quer dizer, você tem 30 minutos de gratis..rsrs. por dia.. mas já é um bom começo. Eu puxei hoje e to começando a usar, vamos ver o que da.
Link do site ADPHONE: http://br.adphone.com/Default.aspx

17 de abril de 2009

UMA OTIMA SEXTA-FEIRA PESSOAL


Engenheiro e o Caipira
Um caipira mineiro vai observar um engenheiro que está trabalhando na construção de uma estrada.
O engenheiro está fazendo medições do terreno com um teodolito.
-Taaarde! -começa a prosa o mineiro - prá que ocê tá usando esse trem aí?
-Estou medindo o terreno para a construção de uma estrada que vai passar por aqui. - responde o engenheiro.
-Uai!?? E oceis precisa desse trem pra fazê uma estradica?
-Sim, é necessário. Por que? Vocês aqui em Minas não usam isso para construir estradas?
-Ói, nóis num usa, não. Quando a gente qué fazê uma estrada, nóis sorta um burro e vai atrais, seguindo o bicho.
Por onde o ele passá é o caminho mais fácil pra fazê a estrada…
-Muito engenhoso o método de vocês. Mas como é que se faz se vocês não tiverem o burro? - pergunta o engenheiro.
-Bão, quando é anssim, a gente chama us engenhero.

16 de abril de 2009

Redutor













Pessoal, esse redutor foi feito pelo meu amigo Professor da ETEc lá de Ilha Solteira, Marsol.
ele fez no Solidworks.

Links de Peças Normalizadas 3D

Segue alguns links interessantes de sites que é possivel abaixar itens normalizados. Em alguns é necessario fazer um cadastro gratuito.

Traceparts - Biblioteca geral:
http://www.tracepartsonline.net/(S(nw1drh55cm3qai55w15gm245))/global/index.aspx

Catalogo Eletronico da Festo - Pneumatica:
http://catalog.festo.com/bra/asp/start.asp

Catalogo Eletronico da Schaeffler (Luk-INA-FAG) - Rolamentos, guias lineares, etc:
http://medias.ina.de/medias/en!hp/;anw5znIkyC7b

Catalogo Eletronico da SKF - Rolamentos:
http://www.skf.com/portal/skf/home/products?newlink=first&lang=pt

Pagina de Charles Bliss que contem varios modelos do Inventor:
http://www.cbliss.com/CAD/cad.htm

Modelos da Destaco - Grampos
http://www.destaco.com/products.asp?loc=BR&lang=ENG&products=Clamps&Category_1=Straight+Line+Action+Clamps&Category_2=Standard

tabela de vigas:
http://www.panfer.com.br/vigas.htm

Robotica

Pessoal,
Eu estive em treinamento pela escola na ETEc Lauro Gomes (São Bernardo do Campo) aprendendo CNC e Robotica..
Achei um link legal aonde da para pegar os softwares de Robotica e CNC. Tava meio escondido mas achei..rsrs.
Abraços.

http://www.intelitekdownloads.com/Software/WIN/

Dica - Sites de Apostilas e Cursos

Pessoal, segue alguns links que eu acesso para pegar algumas apostilas:

Telecurso 2000:
http://www.bibvirt.futuro.usp.br/textos/didaticos_e_tematicos/telecurso_2000_cursos_profissionalizantes/

Paquimetro Virtual:
http://br.geocities.com/saladefisica/medidas/paquimetro.htm

Apostilando:
http://www.apostilando.com/pagina.php?cod=1